Arquivo da tag: escola de engenharia

Economista Rodrigo Silvestre palestra para alunos de Engenharia

Notícia vinculada no site da UniBrasil

A Escola de Engenharia das Faculdades Integradas do Brasil recebeu, no inicio do mês, o economista Rodrigo G. M. Silvestre para tratar de conceitos básicos sobre a formação de cenários econômicos. A palestra, “Os desafios do cenário econômico brasileiro de 2015-2019 para as empresas de base tecnológica”, faz parte de um projeto do curso de Engenharia Civil que visa discutir o impacto da economia na indústria da construção civil.

Segundo a coordenadora do curso, professora Adriana Tozzi, o projeto teve inicio no mês de maio com palestra do professor e economista Wilhelm Meiners. “Na época, a palestra do professor Wilhelm teve como propósito apresentar ao aluno o cenário atual em que se encontra a economia brasileira, além da trajetória ao longo destes 30 anos” comentou.

Rodrigo Silvestre atua como economista nas áreas de inovação, desenvolvimento econômico, economia industrial, gestão e engenharia de processos, e é pesquisador em empresas privadas e instituições públicas e sem finalidade lucrativa no Brasil e exterior. Na vinda à Instituição, ele discutiu sobre as expectativas mais prováveis para a economia brasileira entre 2015 e 2019 e o papel dos profissionais de engenharia nesse processo.  Além disso, apresentou a atividade empreendedora de base tecnológica como alternativa para geração de emprego, renda e realização pessoal para os egressos do curso de engenharia.

A palestra contou com a participação dos alunos de primeiro e segundo período do curso de Engenharia Civil.

Curso de Auto Cad

O curso de Engenharia Civil da UniBrasil oferecerá, nos dias 9, 10, 11, 17 e 18 de julho, das 19h00 as 22h00, o curso de extensão de 20 horas de Autocad.

Ministrado pela professora Eimi Suzuki, o curso tem como propósito capacitar os alunos de engenharia civil que não tenham experiência em AutoCad.

Totalmente voltado para iniciantes, os alunos terminarão o curso sabendo desenvolver desenhos em 2D com aplicação para impressão e montagem de layout.

O curso é presencial, com aulas práticas desenvolvidas em laboratório de informática da UniBrasil e direcionado à projetos de engenharia civil.

Estão disponíveis 20 vagas.

O curso tem custo de R$60,00 e as inscrições devem ser realizadas na COPPEX, de segunda a sexta-feira, das 9h00 as 13h00 e das 14h00 as 18h45.

Para maiores informações, enviar e-mail para a coordenação do curso de engenharia civil: adrianatozzi@unibrasil.com.br

As matrículas são realizadas na COPPEx , Térreo Bloco 1 das 9h00 as 18h30.

A Unibrasil reserva-se o direito de não ofertar o curso caso não haja um número mínimo de alunos matriculados.

Telefone para contato: (41) 3361-4218 | 3361-4271.

Jornada Acadêmica 2014-1 – Palestra

A discussão em torno da existência ou não de uma bolha imobiliária no Brasil não é recente e tem gerado muita polêmica em terras tupiniquins. A elevação no preço dos imóveis nos últimos seis anos tem servido de combustível para o debate entre os profissionais que defendem e os que negam a existência deste fenômeno.

Mas quais seriam os fatores responsáveis por descolarem os preços dos imóveis da realidade brasileira? Seria a especulação, gerada pela crença de que estes valores subirão infinitamente? Ou a demanda? Ou ainda causas estruturais, relacionadas a correção dos custos de terrenos e da construção civil?

Para Paulo Safady Simão, engenheiro e presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, a escalada dos preços dos imóveis é resultado, principalmente, da demanda de mercado. Segundo o engenheiro, as famílias brasileiras apresentam, atualmente, nível de renda superior ao de anos anteriores e podem desfrutar de acesso facilitado ao crédito. O engenheiro ainda afirma “O mercado imobiliário brasileiro está saudável, maduro”.

Será?

Robert Shiller, um dos vencedores do prêmio Nobel de Economia, esteve no segundo semestre de 2013 no Brasil e fez um alerta: existe sim a possibilidade de existir bolha imobiliária por aqui. Os preços subiram além da inflação e, quando isto acontece, deve-se investigar até aonde a demanda é real. “Crédito concedido sem critérios cria uma falsa demanda que sustenta a escalada de preços, mas que em algum ponto não se sustenta, revertendo de forma violenta a curva dos preços” afirma o professor João da Rocha Lima da USP.

Para trazer a discussão aos alunos do curso de engenharia civil da UniBrasil, a Escola de Engenharia promove, no dia 14/05, as 19h00, a palestra “Economia: Cenário brasileiro atual”, ministrada pelo economista Wilhelm Meiners no Auditório Cordeiro Clève. Esta palestra é a primeira de um ciclo, planejado pela coordenação do curso de engenharia civil e que tem como propósito contribuir para o “Desafio de Engenharia” do segundo semestre, com data programada para o mês de outubro.

O desafio do segundo período do curso, ao contrário do ofertado para os alunos de primeiro período, que envolveu a construção de Máquinas de Rube Goldberg expostas no dia 12/04, será a apresentação de um Seminário de tema “Bolha Imobiliária: Mito ou Realidade?”.

 

Adriana Tozzi

Coordenadora do curso de engenharia civil da UniBrasil

Comunicado – Máquina de Rube Goldberg

O Relatório a ser apresentado no dia do Desafio da Máquina de Rube Goldberg (12/05/2014) tem como propósito possibilitar a avaliação das equipes com relação ao planejamento, desenvolvimento e apresentação de resultados de forma teórica.

Para tanto, as equipes devem seguir o arquivo com a Norma, previamente publicado aqui no blog.

As pontuações para os itens do Relatório obedecerão a seguinte tabela:

criterios_avaliacao_relatorio

Norma para Relatório – Desafio Rube Goldberg

Segue um arquivo que tem como propósito auxiliar os alunos na elaboração do Relatório para o Desafio da Máquina de Rube Goldberg, a ser realizado no dia 12 de maio de 2014 em sua primeira edição no curso de Engenharia Civil. O desafio faz parte da Jornada Acadêmica do Curso e da Escola de Engenharia.

Já foi postado neste blog um primeiro texto sobre este assunto com o Regulamento do Desafio em sua primeira edição.

Neste texto, será disponibilizado:

a) Regulamento Rube Goldberg – Revisão 01

b) Norma Relatório Rube Goldberg

 

 

Curso de Nivelamento de Matemática

Dando continuidade ao curso de Nivelamento em Matemática, ministrado pelo professor Marcio Bittencourt no campus da UniBrasil, neste sábado os alunos poderão rever os conceitos de produtos notáveis e fatoração, tão utilizados nas aulas de Cálculo Diferencial e Integral para a resolução de limites.

Aproveite a oportunidade!

O curso é gratuito!

Data: 05/04/2014

Horário: 8h00 as 12h00

Local: Sala 22 do Bloco 2

Material para consulta: Nivelamento em Matemática Básica ii

Desafio “A Máquina de Rube Goldberg”

Reuben Garrett Lucius Goldberg formou-se engenheiro pela Universidade da California, Berkeley, em 1904 e abandonou sua carreira para trabalhar como cartunista. Durante a década de 1920 ficou conhecido por uma série de charges intituladas de “Inventions of Professor Lucifer Gorgonzola Butts”, onde Goldberg desenhava diagramas esquemáticos representando supostas “invenções” cômicas de um personagem, o professor Lucifer Gorgonzola Butts.

As charges incluiam soluções para problemas cotidianos envolvendo uma série de processos, conforme apresentado na charge “How to Get Rid of a Mouse” (como livrar-se de um rato), onde Golberg desenha a seguinte sequência:

A – Atrair um rato com uma pintura de um queijo;

B – O rato, ao tentar pegar o queijo, atarvessa a pintura e cai em uma espécia de caldeirão quente (C);

C – caldeirão quente;

D – O rato pula em um “bolo de gelo” para esfriar as patas;

E – o peso do rato encima do gelo faz com que os degraus da escada rolante se movam;

F – Assutado, o rato pula e cai em uma luva de box cujo suporte é uma mola;

G – A luva de box arremessa o rato diretamente para uma cesta;

H – O peso da cesta aciona um mini foguete que levará o rato para a lua.

rube-goldberg-mousetrap

Outra charge apresenta a “Eficiente Máquina do Governo” desenhada com o objetivo de roubar a carteira do contribuinte.

Rube Goldberg Cartoon

Desde então, a popularmente conhecida como “Máquina de Rube Goldberg” tem sido amplamente utilizada em vários setores, principalmente por empresas de comunicação e publicidade. O vídeo “Dog Goldberg Machine”, da fabricante de rações Beneful, é um exemplo da utilização da Máquina utilizando cães nos processos (http://youtu.be/AA56LgpFbSw). Outro exemplo interessante é o video da banda OK Go (http://youtu.be/qybUFnY7Y8w).

Algumas Instituições de Ensino Superior promovem torneios entre alunos de engenharia para construção da Máquina de Rube Goldberg, como é o caso deste video a seguir (http://youtu.be/kHXYY7Eq75s).

Neste Bimestre, o curso de Engenharia Civil da Escola de Engenharia da UniBrasil promove, juntamente com os cursos de Engenharia Mecânica e de Produção, o desafio “A Máquina de Rube Goldberg”. No caso do curso de Engenharia Civil, o desafio é opcional, e pode garantir até 1,5 pontos* para a equipe ganhadora.

Para mais informações, acesse o arquivo:
*1,5 ponto na média de todas as disciplinas do primeiro período.